quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Reconstruindo São Luis do Paraitinga

O ano de 2010 começou de maneira trágica para diversas cidades próximas à mata atlântica. São Luis do Paraitinga por exemplo sofreu com o volume de chuvas que elevou o nível do rio em até 10 metros. Com isso toda parte baixa da cidade ficou debaixo d'água literalmente. A correnteza e o nível das águas acabaram enfraquecendo as estruturas de diversas edificações de mais de 2 séculos feitas com tijolos, madeiras e barro. Muitas delas cederam e desmoronaram, como aconteceu com a igreja matriz da cidade.



Um prejuízo incalculável socialmente, que durante a visita dos técnicos do IPT foi estimado monetariamente em torno de 100 milhões de reais. Além disso, a cidade já estava em processo de receber o título de patrimônio histórico que deve parar e ser revisado após as catástrofes, como avalia o IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional).
Apesar disso pode-se considerar como sorte o fato de não ter havido vitimas em São Luis, tendo em vistas as outras cidades afetadas às quais ocorreram dezenas de vítimas com as chuvas.
Diversos pontos de atendimentos para entrega de doações foram abertos, o que pode ajudar e muito a resolver os problemas imediatos, como por exemplo o mal cheiro e problema de doenças que ameaçam a cidade logo que as águas baixaram e o sol começou a secar a região inundada. Para saber mais sobre a cidade sobre como doar acesse os links abaixo:
- Ajude SLP
- Ajude Paraitinga

Nos resta agora, além de ajudar da maneira que for possível, esperar que os governos municipal, estadual e federal trabalhem juntos para recuperar os danos da melhor maneira possível. De imediato foi prometido pelo governo estadual uma linha de créditos com juros muito baixos aos donos de imóveis que foram danificados. Com isso garante-se uma certa mobilidade aos moradores para as despesas iniciais e reconstrução de áreas básicas. Porém isto está longe de ser o suficiente. É preciso um plano de reconstrução com o dinheiro público, que garanta o reestabelecimento da arquitetura da cidade, mantendo-a com plenas condições de retomar o processo de tombamento para se tornar um patrimônio histórico do Brasil e do mundo.
Vamos aguardar com esperanças por um desfecho feliz dessa história,. Mesmo que tenha havido tanta destruição desse acervo cultural e histórico do país, que é São Luis do Paraitinga.

(L. M. Alves)