terça-feira, 5 de maio de 2009

Açucar branquinho e mais saudável

Desde meados de 2005, usinas de açucar começaram um processo de mudança de tecnologia ao utilizar ozônio ao invés de enxofre no clareamento do açucar. O novo processo passou a ser usado inicialmente na Paraíba, e hoje já é comum encontrar usinas em todo Nordeste, em São Paulo, Minas Gerais e no Centro-Oeste.
É um projeto realizado pelo engenheiro Raimundo Nonato Coelho Silton, paraibano que entre novembro e dezembro de 2004 realizou o teste piloto de seus experimentos conseguindo a produção de um açucar mais saudável reduzindo a quantidade de enxofre a zero e reduzindo também grande percentual de cal.
Para esse processo é necessário um equipamento fabricado pela Gasil, empresa financiadora da pesquisa. Esse equipamento é capaz de gerar 7,2kg por hora e utiliza uma mistura de oxigênio com argônio. Durante a produção agora é relevante a ausência do mau cheiro causado pelo enxofre, além da diminuiçao dos custos.


Apesar de saudável e economicamente viável, ainda não foi possível notar diferença nas exportações. Espera-se que em pouco tempo o açucar brasileiro tome um espaço maior internacionalmente, até que empresas pelo mundo todo passem a usar essa nova tecnologia.

(L. M. Alves)

Nenhum comentário: