quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Noroeste: o bairro ecológico pioneiro!

A capital brasileira, Brasília, ganhará em breve um bairro totalmente ecológico. Esse é um projeto pioneiro no Brasil e no mundo.
A idéia é que a ecologia faça parte do dia-a-dia de cada morador com a captação de energia solar (economizando até 70% da energia do bairro), coleta seletiva de lixo (com uma área central próxima reservada para o tratamento específico para cada tipo de lixo), reutilização da água em cada prédio, entre outros.
Ele se localiza no final da asa norte e deverá ter cerca de 250 hectares com 220 blocos residenciais e 140 comerciais, com capacidade para cerca de 40 mil habitantes. Será feita sob cada bloco um grande estacionamento para os comerciantes e moradores, além de vagas também para visitantes.


Além do projeto do bairro, será feita uma revitalização do parque Burle Marx com a implantação de ciclovias que ultrapassam os limites do parque ligando com cerca de 100 km o bairro a W3 Norte e a W9.
É uma idéia muito importante para viabilizar esse tipo de construção no Brasil, já que em média custa 5% a mais mas pode gerar uma economia de 30% durante a utilização. Em Brasília haverá o limite de altura das edificações de 6 andares, para respeitar o planejamento urbanístico da cidade.
O projeto já foi encaminhado ao Ministério Público para análise e foi muito bem aceito pela vice-procuradora-geral de justiça, Maria Aparecida Donati Barbosa. Durante a cerimonia de apresentação do projeto houve apenas o questionamento sobre a utilidade pública do Noroeste, já que o bairro não será acessível a todos (apesar do governador afirmar ser um bairro para a classe média). O trânsito na capital também foi tema, já que deverá sofrer um aumento considerável de carros.
Aguardamos agora o obtenção das licenças necessárias para enfim iniciarem-se as obras desse que pode impulsionar as construções ecológicas no país.

(L. M. Alves)

Um comentário:

Pedro disse...

Ótimo post!
De fato, o Noroeste representa uma revolução no Brasil. Um bairro totalmente ecológico que proporcionará excelente qualidade de vida aos moradores. A localização é muito boa! Apenas um detalhe: ele não será direcionado à classe média. Pelo contrário, será um dos metros quadrados mais caros da capital federal! O desafio agora é planejar algo semelhante a preços mais acessíveis a todos!
Parabéns pela notícia! Ótimo blog!