segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Uma alternativa para a construção de casas populares

Repare nessa casinha ao lado. Um tanto bonita não?! Pois é, se trata de uma casa feita industrialmente com estrutura de metal (sistema estrutural light steel framing) e paredes de OSB ou gesso acartonado (conhecido como dry-wall) para acomodar uma família.
Esse é um ótimo exemplo de construção rápida, leve e principalmente, limpa. No Brasil, devido à falta de pessoal qualificado para a montagem, ainda não se considera tão viável esse tipo de construção.
Esse problema pode ser resolvido se pensarmos em obras sociais com alto número de repetições, tornando-se então um processo de produção em série, valendo a pena o treinamento dos trabalhadores.
Foi assim que em Indaiatuba, no interior de São Paulo, uma construtora local investiu no desenvolvimento de casas populares de construção "seca". O projeto é feito nos moldes usados pela Caixa Econômica Federal.
Se trata de uma construção simples e rápida, podendo ser entregue em 45 dias após o início da fundação.
Inicialmente prepara-se a base da casa, adicionando as tubulações de água e esgoto nos devidos lugares. Enquanto isso já pode começar a montagem da estruturas no canteiro de obra. A estrutura é montada com utilização de soldas, arrebites e parafusos.
Começa-se então a montar a estrutura no local final e muito rapidamente temos o esqueleto da casa pronto. O aço é muito resistente e com uma casa leve como essa, o resultado final será completamente seguro.
Antes de pensar no revestimento das paredes deve-se pensar em cobrir a casa. Uma manda de subcobertura e as telhas põe fim a esse problema.
Com a utilização de chapas OSB ou gesso acartonado específico para cada tipo de utilização moldam-se as divisórias internas e externas da casa. Sem deixar de lembrar que as tubulações hidráulicas e elétricas são feitas simultaneamente, acopladas no interior das paredes secas.
Batentes de portas e janelas, e acabamentos finais. Pronto. Temos uma casa limpa sem gastar nenhum bloco, simples assim.
Esse é um processo que deve ser organizado, planejado e feito minuciosamente, mas que pode ser muito bem utilizado pelas prefeituras e governos estaduais e federais, para construir habitações dignas e funcionais para toda população carente.

(L. M. Alves)

Um comentário:

Wikinet disse...

Visto que se fala sobre o Light Steel Frame (Framing) neste blog, aproveito para informar que existe um site em português com centenas de páginas sobre este sistema construtivo. É desenvolvido por um gabinete de engenharia de Portugal e assim pretende ser uma enciclopédia onde se tiram dúvidas de técnicos e do público em geral.

Aqui estão os endereços:

http://futureng.wikidot.com
http://www.facebook.com/pages/FUTURENG/123938944285624

Espero que seja útil para responder a questões existentes. Também podem ser colocadas dúvidas que serão respondidas sempre que possível.