sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Falta de sincronia nas obras das prefeituras

Nos últimos 20 anos o país deu um grande salto no quesito saneamento básico para a população. Hoje temos índices próximos de 100% nos estados do sul e sudeste, e pouco menos nos estados do norte e nordeste.
Este é um fato de extrema importância porém há um problema poucas vezes tratado no nosso dia-a-dia.
O problema maior está na falta de sincronia entre as obras das prefeituras e a empresa de água e esgoto da região. No estado de São Paulo, a empresa responsável é a Sabesp.
O que pode se ver é que em muitos casos, ou na maioria deles, não há nenhuma comunicação entre as obras das prefeituras com as da Sabesp. Em muitos casos há destruição de obras recente inauguradas gerando trabalho em dobro.



Outro caso desses aconteceu em Peruíbe, na baixada santista. Lá foram feitas obras na avenida Luciano de Bona a pouco tempo, porém no segundo semestre deste ano iniciaram-se obras da Sabesp destruindo todo o trabalho feito. No fim das obras sabe-se que são feitos remendos, porém estes são de péssima qualidade.

Espera-se que num futuro próximo as prefeituras junto às empresas de saneamento básico passem a trabalhar mais em sincronia, pois assim o país só tem a ganhar.

(L. M. Alves)

Nenhum comentário: