segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Esclarecimentos sobre a árvore de natal de Aracajú

Estamos no dia 22 de Dezembro de 2008. O ano, cheio de noticias boas e ruins, já quase terminando e todos pensando no natal, aquele momento de famílias reunidas e muitas festas.
É, mas pra algumas famílias de Aracajú, no estado de Sergipe, as coisas não estão tão alegres assim.
O fato é que, empolgada com o reconhecimento do Guinness Book de maior árvore de natal do mundo em 2007, com 110 metros, a empresa responsável - Energisa - resolveu aumentar ainda mais a altura da árvore de natal de Aracajú. A nova altura a ser atingida não foi informada, mas trabalhadores da obra contam que seria algo em torno de 130 metros.

Árvore de Natal de Aracajú em 2007

Porém no dia 24 de Novembro a estrutura não aguentou e desabou sobre os operários matando 4 pessoas e deixando 9 feridas.
Imediatamente o Instituto de Criminalística de Sergipe enviou a perícia foi ao local que entregou o laudo no dia 13 de Dezembro afirmando que a estrutura não suportou o excesso de peso e os pontos de solda se romperam. Apontou ainda que o material utilizado na obra era reaproveitado e os cálculos subestimados.
O perito Francisco Chagas comentou: "Queriam apenas estabelecer recordes. Aumentaram demais a torre sem se preocupar com a base. Fizeram tudo de maneira aleatória, sem cálculos estruturais."
A empresa não quis se comunicar pois aguarda a análise da delegada responsável pelo inquérito policial, Thereza Simony.
Mas o mais impressionante é que nem o Crea/SE nem a Emurb - Empresa Municipal de Urbanismo - fiscalizaram a obra que poderia ter ficado de pé e agora arriscar a vida de mais gente durante as visitas turísticas de final de ano.
Nos resta esperar que empresas e prefeituras que queiram impressionar com árvores de natal ou outras estruturas de grande porte, passem a fazer isso com mais responsabilidade, pois agora esta empresa perde toda sua credibilidade e quatro famílias que não tinham nada a ver com essa falta de responsabilidade perderam toda a alegria nesse natal.
E pra você leitor, apesar de tudo isso, um ótimo natal e nos vemos em 2009.

(L. M. Alves)

Nenhum comentário: