terça-feira, 4 de novembro de 2008

Um novo complexo cultural em São Paulo

Acabam de ser escolhidos os arquitetos da nova sede da Companhia de Dança de São Paulo. Este será construído no local da antiga rodoviária de São Paulo, onde hoje funciona um shopping mas que até o final de janeiro de 2009 deve ser totalmente desapropriado.
A escolha do projeto contou com escritórios de arquitetura de grande importância no cenário mundial: Oma (Office for Metropolitan Architecture), Foster + Partners, e Pelli Architects. Porém desbancando todos estes, foram escolhidos os suíços Jacques Herzog e Pierre de Meuron, autores de projetos famosos como o estádio chinês conhecido como Ninho de Pássaro e o Tate Modern em Londres.

Este complexo cultural a ser construído próximo à Estação da Luz contará com um terreno de 19.000 m² e será composto por três teatros: o principal para pouco menos de 2000 pessoas, um palco para recital e drama com capacidade de 600 espectadores e ou terceiro palco reversível para pouco menos de 500 pessoas.
O custo total da obra é de aproximadamente R$300 milhões, sendo que cerca de 8% deste valor será destinado ao escritório dos suíços, que já começaram a trabalhar no projeto e logo abrirão uma filial do escritório na cidade de São Paulo com cerca de 20 profissionais.
A previsão para início das obras é o segundo semestre de 2009, e a conclusão prevista é final de 2010 ou começo de 2011.
É uma novo passo para São Paulo na área do turismo e arte, setores que nunca foram o forte da cidade. vamos torcer para que mais projetos como esse venham para a cidade no futuro, porém sem comprometer a área social, que como todos sabem, ainda é muito carente.
E por enquanto é isso.

(L. M. Alves)

Um comentário:

Anônimo disse...

It seems that finally someone has understood that architects are worth too. Yeppie!